Entrevista
terça-feira, 23 junho 2020 11:01

“As farmácias tiveram a capacidade de encontrar alternativas para dar resposta às necessidades emergentes do foro dermatológico”

“As farmácias tiveram a capacidade de encontrar alternativas para dar resposta às necessidades emergentes do foro dermatológico”
Gabriela Plácido

“A possibilidade de, sempre que necessário, nas situações de afeção dermatológica ou outras, se perpetuar o modelo de tele ou videoatendimento – até então não sentido como uma necessidade e pouco frequente” – e “a capacidade instalada do circuito, operacional e técnico, para manter a dispensa de medicamentos classificados até agora como medicamentos hospitalares nas farmácias pelo farmacêutico comunitário” são as duas grandes “lições” do pós-Estado de Emergência pela pandemia por COVID-19 identificadas pela farmacêutica comunitária Gabriela Plácido.

Por favor faça login ou registe-se para aceder a este conteúdo

PUB

Farmacêutico News, n.º 43, janeiro/fevereiro 2020

Farmácia na 1ª Pessoa
Farmácia Curie. Diferenciação na suplementação nutricional oral

Farmácia Curie. Diferenciação na suplementação nutricional oral

A proximidade ao Insituto Português de Oncologia (IPO) de Lisboa torna a relação farmacêutico-utente mais estreita com pessoas que enfrentam uma doença oncológica. São de facto em maioria nos cerca de 200 a 300 utentes que entram diariamente nesta farmácia diferenciada em suplementos nutricionais. A Dr.ª Joana Casimiro é proprietária…
Na Farmácia Hospitalar
Hospital de Cascais: Colocar a tecnologia ao serviço do doente

Hospital de Cascais: Colocar a tecnologia ao serviço do doente

Hospital de Cascais